Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Ferir susceptibilidades

por Sakura, em 25.06.13
Há uns dias atrás, houve um grande sururu acerca da greve dos professores no dia dos Exames Nacionais. Nas redes sociais, televisões, jornais, um pouco por toda a parte, "toda a minha gente" tinha uma palavra a dizer, fosse contra, fosse a favor. E este vosso blogue pensou em escrever sobre o assunto, dando a sua opinião.

Mas, quando já tinha praticamente o rascunho todo desenhado na minha cabeça, fui assolada por uma dúvida: e se quem lê não concorda com a minha opinião e, no extremo, deixa de vir visitar o Blackberry Pancakes? Devo, por isso, deixar de escrever sobre assuntos sensíveis?

A [minha] intenção em escrever um blogue é poder partilhar as ideias  com outras pessoas. Enche-me de felicidade ver que existem pessoas que gostam de ler este cantinho. Nem sempre poderei "agradar a gregos e a troianos" com o que escrevo, estou ciente disso. Porém, a vontade de cativar as pessoas (não a qualquer custo, claro!) deverá sobrepor-se à liberdade de expressar uma opinião?

Em diversos blogues, já li comentários completamente arrasadores, alguns quase a roçar o ofensivo (creio que os realmente ofensivos, os moderadores dos blogues não publicam). Existem leitores que não gostam das opiniões dadas nos blogues que lêem e revoltam-se contra quem os escreve. Se, muitas vezes, entre amigos o expressar de opiniões diferentes pode dar faisca, quando escrito em locais de acesso generalizado - ainda que em artigos opinativos - tem efeitos devastadores.

Mas deverá com isso deixar-se de expressar opiniões, eventualmente opiniões que poderão ferir susceptibilidades?

Onde acaba a liberdade dos leitores e começa a liberdade do blogger?


Autoria e outros dados (tags, etc)



Quem é a Sakura?

O meu nome é Raquel Lemos. Sakura significa “Flor de Cerejeira” em japonês; escolhi-o pela sua sonoridade e pela beleza das flores de cerejeira. A ideia de criar um blogue nasceu da pergunta «E porque não?»; admito que não venho aqui muitas vezes para escrever... o Blackberry Pancakes funciona mais como uma terapia: pequenas ideias que vou deixando (que se não revolucionam o planeta, ao menos revolucionam o meu mundo!) Obrigada a todos!


Facebook


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D