Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




"Fanaram" o corrimão

por Sakura, em 27.06.13
Não raras vezes, ouvimos que, por causa da crise, o número de roubos e furtos tem aumentado consideravelmente.

Até sou capaz de perceber a lógica (apesar não achar que seja solução para nada)... Mas daí a chegar ao ponto de furtar um corrimão em latão maciço, impossível de ser transportado por um só homem, calma lá!

Passo a explicar o sucedido:

No lobby do prédio onde trabalho, existe uma pequena escada ladeada por dois corrimões de traça antiga, em latão maciço. Há cerca de dois meses, um deles "desapareceu". Em pensamento com os meus botões, convenci-me que tinha ido para restaurar. Já tardava em "regressar", mas quem sou eu para determinar o prazo razoável para estas coisas.

Eis senão quando, hoje, vejo dois polícias de volta do outro corrimão. Um comenta com o outro: "Nem sei como participar isto!". Reparo que o corrimão restante estava todo torcido na base, onde assenta na pedra.

Com a pulga atrás da orelha, comentei o que vi, com colegas do escritório. 

Afinal, furtaram um corrimão e preparavam-se para levar o outro, quando, provavelmente, alguém apareceu e desistiram do seu intento. Não estamos a falar de um peça que facilmente se mete dentro a mala e pronto. Estamos a falar de uma peça, não desmontável, de 3 metros comprimento por 1 metro de altura, pesadíssima. E cujo valor económico não deverá ser assim uma exorbitância.

Mesmo assim, ainda há quem tenha coragem para sair de um prédio com um corrimão debaixo do braço...  

 O local do crime...

Autoria e outros dados (tags, etc)


1 amora

Sem imagem de perfil

De Beatriz Santos a 27.06.2013 às 12:33

Acho que está "na moda". Roubaram os puxadores trabalhados em latão da porta do meu escritório também e , aparentemente, aqui na zona do Areeiro têm desaparecido imensos de todas as portas.

Comentar post



Quem é a Sakura?

O meu nome é Raquel Lemos. Sakura significa “Flor de Cerejeira” em japonês; escolhi-o pela sua sonoridade e pela beleza das flores de cerejeira. A ideia de criar um blogue nasceu da pergunta «E porque não?»; admito que não venho aqui muitas vezes para escrever... o Blackberry Pancakes funciona mais como uma terapia: pequenas ideias que vou deixando (que se não revolucionam o planeta, ao menos revolucionam o meu mundo!) Obrigada a todos!


Facebook


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D