Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Fui lá e Gostei #6

por Sakura, em 08.10.13

Já há alguns dias, devido à falta de tempo, esperava o "Fui lá e Gostei #6" para ver a luz do dia! Ora bem...
Queridos leitores, o Bar Procópio!
Bar Procópio, os queridos leitores do Blackberry Pancakes!
Retirado do site http://barprocopio.com/pt/
Perto do Jardim das Amoreiras, abrigada num canto escondido, descobre-se uma porta rodeada de hera. É aí mesmo que fica o Procópio, um dos mais distintos bares da capital. A funcionar desde 1972, mantém o espírito jovial. Conta com um serviço atencioso como já não há, o piano marca a atmosfera propícia a conversas recatadas e a decoração estilo Arte Nova juntamentos com as notas de jazz aquecem o ambiente. Desde sempre conhecido como local de eleição de politicos e intelectuais este é, sem dúvida, um lugar de tertúlias, onde conversar enquanto se bebe um copo é um prazer. - fonte Lifecooler.
Retirado do site http://barprocopio.com/pt/

 

Um amigo perguntou-me se conhecia este bar. «Procópio... Procópio... O nome não me é estranho, mas não me lembro de lá ter ido."
Pesquisei na internet para saber mais sobre este bar, uma vez que nem ideia da localização tinha. Deparei-me com o artigo da Lifecooler que vos transcrevi em cima.

Corresponde à verdade!
 "[O]nde conversar enquanto se bebe um copo é um prazer". É mesmo! A luz fraca torna o espaço mais acolhedor, os sofás convidam-nos a ficar. As conversas rolam, enquanto nos sentimos a afundar nas poltronas.
Os empregados, apesar de vestidos a rigor, têm um tratamento familiar e descontraido. E digamos que os pires de pipocas - que vão sendo repostos à medida que se pedem bebidas (alcoólicas ou não) - ajudam a que este bar marque muitos pontos.
Existe um senão... Os preços. Um copo de 7Up (e nem sei se levava a lata inteira) custou-me 3€. Uma cerveja Duvel, se não estou em erro, 7€.

No entanto, o Procópio merece um lugar no Top dos Gostei! Faz-me lembrar as descrições de Eça de Queirós: E Carlos Eduardo deixava-se cair suavemente no cadeirão, fumando o seu charuto, enquanto o som do piano o transportava para um outro lugar, sem pressas. Perguntamo-nos que histórias guardam aquelas paredes, que conversas confidenciaram os candeeiros, os quadros...
Não sei quando lá vou voltar, ou se vou voltar, mas que já valeu a pena, valeu!


Autoria e outros dados (tags, etc)



Quem é a Sakura?

O meu nome é Raquel Lemos. Sakura significa “Flor de Cerejeira” em japonês; escolhi-o pela sua sonoridade e pela beleza das flores de cerejeira. A ideia de criar um blogue nasceu da pergunta «E porque não?»; admito que não venho aqui muitas vezes para escrever... o Blackberry Pancakes funciona mais como uma terapia: pequenas ideias que vou deixando (que se não revolucionam o planeta, ao menos revolucionam o meu mundo!) Obrigada a todos!


Facebook


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D