Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Fui lá e Gostei #12

por Sakura, em 12.05.14

Pizzaria Luzzo: totalmente rendida! Ou como o H. disse: esta entrou para o nosso top (e para o top do Fui lá e Gostei, também).

 

"Tens de ir experimentar!"; "É a vossa cara!"; "Vão lá!". Foram estas a premissas que nos levaram a experimentar a Pizzaria Luzzo, na Rua de Santa Marta, Lisboa, mesmo ao lado da Hamburgueria Honorato.

 

 

 

O estacionamento não é das coisas mais fáceis, mas a pessoa lá dá um jeito, nem que tenha de andar um pouco.

 

Como tinhamos feito reserva (eu gosto de reservar, pelo sim, pelo não), assim que chegámos fomos encaminhados para a mesa: um recanto simpático para dois!

 

A "chefe de sala" pergunta se é a nossa primeira vez no Luzzo. Sim. "Então eu passo a explicar como tudo se processa" e dá-nos um tablet para as mãos. Os olhos do H. brilharam logo e um sorrisinho mal contido apareceu nos lábios (sendo que logo esmoreceu, quando se lembrou que tinha deixado os óculos no carro - mas isso não o ia demover!).

 

Todo o pedido é feito através do tablet. Tudo mesmo! A chefe de sala fez uma demonstração do pedido e deixo-nos a "explorar o menu". Eu, que também tenho uma costela "geek", fiquei maravilhada com o programa. Muito simples, intuitivo e com pormenores cinco estrelas. Por exemplo, quando pedimos a pizza, podemos seleccionar se queremos a pizza inteira, divida em duas (meia pizza em cada prato) para partilhar ou em várias fatias para o grupo. O mesmo com o cafés, em que podemos escolher se queremos curto, cheio, ou até gelado!

 

 

Este sistema de pedidos é uma grande mais valia! A pessoa pede ao seu ritmo (aconselham a pedir as pizzas, somente depois das entradas estarem servidas) e evita ter daqueles empregados sempre em cima ou, o oposto, o empregado que se esquece de nós.

 

Passando à "paparoca" propriamente dita:

 

Para entrada, pedidos foccacia acompanhada com molho pesto e azeite com vinagre balsâmico. Aqui uma lágrima assomou no canto do meu olho. Finalmente, um sítio que serve verdadeiramente foccacia e não aquela base de pizza com um alho e azeite esfregados, para enganar os totós (desculpem, mas este é um assunto que me mete fora de mim). Trincar aquela foccacia levou-me de volta a Génova e à padaria ao lado de casa onde havia sempre foccacia quentinha. Até o molho pesto (que eu não gosto - ou será que afinal gosto?) estava delicioso!

 

 

Pedimos ainda peixinhos da horta italianos com maionese de caril e lima. O tradicional espargo envolto em polme, mas com a agradável surpresa de ter prosciutto crudo, que é como quem diz, presunto. Também muito bom! A maionese de caril e lima dava um toque especial ao prato.

 

 

A bebida eleita foi "Cup". Uma espécie de sangria que merece uma salva de palmas.

 

 

Comemos tranquilamente. Quando acabámos as entradas, fizemos o pedido da pizza. Uma pizza Vinicius (cogumelos portobello, espargos e ananás caramelizado), para dividir. Em menos de nada, a pizza já estava na nossa mesa.

 

Aqui o serviço é rápido e os empregados muito simpáticos e atenciosos. Houve um pequeno problema com o nosso tablet, que se prontificaram a resolver. Nem se importaram muito com o qual seria o problema, trocaram logo por outro tablet para que não ficassemos à espera.

 

Adorámos a pizza e foi nesta altura que o H. disse que o Luzzo entrava para o nosso top. Comemos, conversámos, aproveitámos a noite.

 

Completamente satisfeitos, já nem havia espaço para a sobremesa e olhem que o H. é muito guloso mesmo!

 

Terminámos a refeição com os cafés e pedimos a conta. Esta também é através do tablet, onde seleccionamos se vamos pagar com cartão ou não, se queremos múltiplas facturas e até se a conta é para dividir e quanto fica a cada pessoa. Até podemos introduzir o NIF, caso queiramos a factura com o número de contribuinte. O pagamento propriamente dito é feito na caixa à saída, o que - a meu ver - é bom pois evita perturbar a refeição com essas coisas mundanas como pagamentos.

 

Por falar em coisas mundanas, a refeição ficou em cerca de 30€, para os dois.

 

Parece-me que vou voltar várias vezes. Pizzaria Luzzo, conquistaste o meu coração!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Quem é a Sakura?

O meu nome é Raquel Lemos. Sakura significa “Flor de Cerejeira” em japonês; escolhi-o pela sua sonoridade e pela beleza das flores de cerejeira. A ideia de criar um blogue nasceu da pergunta «E porque não?»; admito que não venho aqui muitas vezes para escrever... o Blackberry Pancakes funciona mais como uma terapia: pequenas ideias que vou deixando (que se não revolucionam o planeta, ao menos revolucionam o meu mundo!) Obrigada a todos!


Facebook


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2007
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2006
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D